LETTERI D’AVVISI

Um blog de alunos de Jornalismo da UNIMEP

O conceito de interesse público e os rumos do jornalismo

leave a comment »

Se não há interesse público, não há como uma empresa jornalística se manter enquanto um órgão de prestação de serviços. Porém existe uma tendência de formar opiniões que, muitas vezes,  induzem ao consumo e padronizam o gosto popular. Sujeitando-se a isso, o  jornalismo contemporâneo pode entrar em crise pelo poder dos grandes grupos que tem o domínio do capital e tendem a usar essa força para conquistar o eleitorado ou para atrair fiéis às suas igrejas comprometendo a credibilidade que é um dos principais fundamentos do jornalismo. 

Anúncios

Written by jrnlsmo

14 de maio de 2009 at 00:08

Publicado em Acadêmicos

O jornalismo contemporâneo respondendo às necessidades de conhecimento da sociedade

with one comment

O jornalismo passa por um desenvolvimento constante. A cada dia a tecnologia amplia as formas de trocar informações. As notícias podem chegar através do rádio, televisão, de forma impressa ou online, variando o público conforme suas classes sócio-econômicas e interesses individuais. A difusão de informações é ampla, assim como sua diversidade, o que aumenta o acesso as informações pela sociedade.

Junto  com o desenvolvimento da imprensa tornou-se aparente, em alguns momentos, a manipulação das informações. Sabe-se que a ética prevalece nas redações e que a verdades se expõem, mas uma notícia pode repercutir conforme os interesses dominantes, seja ele, do leitor, do dono do jornal, ou talvez, do poder político.

A imprensa é o principal meio de informação para a sociedade, mas nem por isso devemos simplesmente aceitar tudo o que é publicado sem antes refletir sobre os fatos. É preciso discutir e chegar a uma conclusão pessoal para desenvolver um senso crítico.

Written by jrnlsmo

14 de maio de 2009 at 00:06

Publicado em Acadêmicos

Manifesto do Jornalismo em Brasília

leave a comment »

 

Manifestantes protestam em Brasília            fotografia: Lucas Fontes
Em manifesto, o jornalismo faz barulho  em Brasília  –  fotografia: Lucas Fontes

           No último dia primeiro, em Brasília, em frente ao Superior Tribunal Federal, estudantes de jornalismo da Universidade Metodista de Piracicaba  – UNIMEP,  jornalistas, professores e estudantes de Goiás, Campinas, Ceará e Distrito Federal, totalizando mais de cem pessoas, participaram de um protesto para a rejeição do Recurso 511961, que contesta a exigência do diploma para o exercício do jornalismo. Os manifestantes marcaram presença horas antes do início da sessão. Ao som de  instrumentos musicais, com camisetas  e cartazes estampando a indignação contra o Recurso e a favor da obrigatoriedade do diploma, entoaram cantos e protestaram. Apesar do entusiasmo não houve nenhuma atitude hostil, mas por medida de segurança foram impedidos de chegar até a entrada do STF.

          Em conseqüência dos barulhos dos manifestantes, ouvidos no Plenário, o presidente do STF, Gilmar Mendes, antecipou o intervalo da sessão. Alguns ministros, que se aproximaram para sentir o clima, se colocaram a favor do protesto e aumentaram a euforia que tomava conta do local. A manifestação só parou por volta das 18h, ao término da sessão.

          Todos, saímos de Brasília com o sentimento de que a manifestação foi um sucesso. Conseguimos chamar a atenção sobre o assunto e, principalmente, mostramos estar alertas à tentativa de ferir nossos direitos de organização e regulação profissional que garante a qualidade dos serviços de informação à sociedade brasileira.

             Participar da caravana e relatar esse ato, entrou para a história de nossas vidas.

             Lucas Fontes

Written by jrnlsmo

15 de abril de 2009 at 12:21

Publicado em Acontecimentos, Notícias